VAMOS INTERVIR
para que realmente aconteça...
Trabalhadoras/es imigrantes na Grande Lisboa: da integração laboral à participação cívica (TIGLIS)
/
Áreas de Actividade
/
Investigação
/
Migrações
/
Trabalhadoras/es imigrantes na Grande Lisboa: da integração laboral à participação cívica (TIGLIS)
Navegação
Assessoria
Avaliação
Formação
Investigação


Trabalhadoras/es imigrantes na Grande Lisboa: da integração laboral à participação cívica (TIGLIS)
Duração (início e fim): 01-09-2017 a 28-02-2019
Equipa: Pedro Perista (coord.), Ana Cardoso, Paula Carrilho.
Entidade financiadora: União Europeia – Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (PT/2017/FAMI/148)
Entidade promotora: CESIS - Centro de Estudos para a Intervenção Social

 

Finalidade

Contribuir para o conhecimento sobre as práticas e dinâmicas desenvolvidas entre as pessoas estrangeiras residentes em Portugal e as organizações da sociedade civil que lhes prestam apoio em matérias laborais.

 

Objectivos

  1. Mapear e analisar os principais problemas sentidos por trabalhadoras/es estrangeiras/os quanto ao apoio que recebem em assuntos laborais, em particular por parte de organizações sindicais e associações de imigrantes.
  2. Identificar as perspetivas, experiências e limitações verificadas por organizações sindicais e associações de imigrantes no que respeita ao apoio e à integração de trabalhadoras/es estrangeiras/os nas suas estruturas.
  3. Reunir e articular esforços com estas mesmas organizações, convocando-as para a discussão dos resultados do projeto e para a construção coletiva de estratégias de intervenção.

 

Incumbências

  1. Formular, a partir da investigação realizada, um conjunto de recomendações para a promoção da integração laboral e da participação cívica de pessoas estrangeiras.
  2. Apontar e divulgar boas práticas levadas a cabo por organizações da sociedade civil em matéria de apoio e da participação cívica de trabalhadoras/es estrangeiras/os.
  3. Identificar, de forma clara e sistemática, os principais desafios que se colocam às associações de imigrantes e às organizações sindicais na sua interação com trabalhadoras/es estrangeiras/os, assistindo-as na definição de prioridades e estratégias de superação.
  4. Complementar os resultados obtidos em estudos anteriores nesta área, permitindo a atualização, a comparação e o diálogo com as conclusões então produzidas.

 

Métodos de investigação

A investigação privilegiará uma metodologia mista. Na primeira etapa será desenvolvida a componente de análise extensiva, examinando-se um conjunto de dados estatísticos produzidos por fontes oficiais a fim de caracterizar a posição sócio-laboral da população estrangeira em Portugal. Na segunda etapa será desenvolvida a componente de análise intensiva, realizando-se um total de 25 entrevistas semiestruturadas de modo a conhecer em detalhe algumas experiências de pessoas e organizações no terreno.

 

Apoio financeiro

Este projecto é co-financiado pela União Europeia ao abrigo do FAMI – Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (PT/2017/FAMI/148).



CESIS - Centro de Estudos para Intervenção Social
© Œ Todos os direitos são reservados. 2014
Subscreva a nossa newsletter